6 dicas para fazer a lista de convidados do seu casamento sem sofrer (ou quase)

Chegou a hora de começar a fazer a lista de convidados do casamento e automaticamente você já pensa que vai ser bem cansativo, não é mesmo? Porém, isso pode ser diferente. Só é preciso seguir algumas regrinhas que vão te ajudar nessa parte da organização do grande dia!

Separamos 6 dicas que vão te ensinar a delimitar critérios na hora de montar a lista e evitar que esse processo seja estressante.

1. Tenha um limite

Antes de começar a montar a lista de convidados do casamento, você precisa definir um limite que esteja de acordo com o local escolhido especialmente para esse momento e obedecê-lo. Além disso, você não vai querer que falte algo para seus convidados porque incluiu pessoas a mais do que contratou no buffet, certo?

Isso deve ser passado para os pais dos noivos também. Para não ter problemas, determine o número de convites que eles vão ter direito. Não tem como deixá-los de fora dessa ocasião tão importante, mas não se esqueça que a decisão final é sempre do casal.

2. Selecione os parentes

Um casamento é a união de duas famílias, mas isso não significa que você vai precisar convidar todos os familiares. Parentes muito distantes ou que os noivos não têm convivência não precisam ser convidados por educação. Eles vão ficar sabendo do casamento, mas isso não te obriga a chamá-los. Eles precisam reconhecer que não são muito próximos e isso é extremamente normal. Não se preocupe!

3. Preste atenção aos amigos

Essa hora é ainda mais difícil, mas é preciso fazer uma seleção rígida. Convide amigos que estão presentes na vida do casal atualmente. Vocês vão perceber ao longo do planejamento quem está por perto.

Não dá para chamar todo mundo que passou pela sua vida, por isso, é fundamental estabelecer critérios. Um exemplo: se tem mais de um ano que você não conversa com a pessoa, ela não precisa ser convidada.

4. Analise os colegas de trabalho

Ninguém tem a obrigação de chamar os colegas só porque convive com eles todos os dias. O melhor critério é convidar somente as pessoas que também fazem parte da vida do casal fora do ambiente de trabalho.

O ideal é não ficar comentando do seu casamento para não dar a impressão de que todos vão ser convidados. Quanto menos você falar, mais fácil de entenderem que será uma cerimônia mais íntima.

5. Retire os acompanhantes

Os acompanhantes podem ser um problema. Para evitar que o número de convidados ultrapasse o planejado, não destine o convite como “Sr. Nome da pessoa e família”. Isso dá a liberdade da pessoa convidar outras e você fica sem saber quantas serão. No caso de casal, coloque o nome dos dois. Fora isso, coloque só o nome da pessoa convidada.

6. Apure a lista

Depois de colocar todos os nomes na lista, chegou a hora de conferir. Provavelmente, vai estar maior do que o limite estabelecido e é nessa hora que você precisa definir o grau de importância das pessoas no evento.

O ideal é sempre perguntar: “Por que essa pessoa está na lista?”. Pense nos critérios que definiu e avalie se essa pessoa precisa mesmo estar presente. Assim, você vai retirando aqueles nomes que estava em dúvida e eliminando convidados desnecessários.

Seguindo esses passos, você vai conseguir fazer a sua lista de convidados do casamento com mais tranquilidade. É só respeitar os limites e manter os critérios que tudo ocorrerá da melhor forma. É importante se lembrar de que os noivos não são obrigados a convidar ninguém. Levem suas razões em consideração e não se preocupem com o que os outros vão pensar. E o melhor: aproveitem o grande dia!

Viu como é possível enxugar sua lista de convidados do casamento? Para conhecer nossos espaços e já começar a suspirar pensando no seu grande dia, solicite aqui um orçamento personalizado.

Deixe um Comentário